Meio ambiente ganha atenção especial da Rede de Juristas

18.04.2007

Trocar idéias com os gestores públicos municipais e convocar a população para discutir questões relacionadas ao meio ambiente. Este será o foco do trabalho da Rede de Juristas Populares para este ano, quando voltam a acontecer os encontros municipais, dando continuidade às discussões iniciadas ano passado durante o Encontro Estadual, que teve como tema a gestão ambiental. “A idéia é aprofundar as questões, com mais tempo para tratar dos problemas e participação não apenas dos (as) Juristas, mas também da comunidade, que será convocada”, antecipa a técnica que acompanha a Rede, Candida Moreira.

Em Bayeux, o foco continua sendo a educação ambiental, com o trabalho sendo realizado de maneira especial na região ribeirinha e também na feira. Já em Santa Rita está nascendo um projeto de uma campanha de incentivo à coleta seletiva de lixo no município, que deve se configurar até o final deste semestre. Em João Pessoa, a articulação ainda está definindo qual será o caminho a ser seguido.
E em Forte Velho, a mobilização ganhou força depois que exames laboratoriais confirmaram que a água utilizada na comunidade é imprópria para consumo e foi contaminada pela cultura do camarão praticada na região. “Lá, os (as) Juristas também estão preocupados (as) com a questão da geração de renda, mas o meio ambiente está exigindo atenção urgente”, avalia Cândida.

Com a renovação do projeto de financiamento da Rede, através da agência da Cooperação Internacional alemã Misereor, os trabalhos já estão a todo vapor e várias atividades já estão programadas. Os encontros municipais acontecem em maio em João Pessoa, em junho em Bayeux e em julho em Santa Rita. Paralelo aos projetos, os (as) Juristas estão fazendo visitas aos companheiros (as) que estão desarticulados em busca de mais apoio para as ações. “Queremos envolver todo mundo nesta luta e fortalecer a Rede”, justifica a técnica.