Fundação divulga resultado final da seleção para advogado (a)

29.05.2009

Por Clara Câmara

A Fundação de Defesa de Direitos Humanos Margarida Maria Alves concluiu nesta sexta, dia 29, o processo seletivo para a contratação de um (a) advogado (a) para seu quadro. O primeiro colocado foi o advogado Gustavo Leite Castello Branco, que será contratado para atuar no Projeto de Regularização Fundiária do Jardim Laranjeiras, realizado pela Fundação em parceria com o Ministério das Cidades. O período de contratação é de quatro meses e a remuneração bruta será de R$ 1.500 (hum mil e quinhentos reais) mensais. Ao todo, foram 32 inscritos, dos quais 15 se classificaram para a segunda etapa, a entrevista.

Terminada a segunda etapa, foi feita uma segunda análise de currículos, levando em consideração o desempenho na entrevista, além da experiência na área de regularização fundiária e a afinidade com as causas da Fundação. A lista final, que segue abaixo, foi elaborada na ordem da média das notas atribuídas aos candidatos e teve como critério de desempate, em casos de notas iguais, a idade dos/as candidatos/as, ficando melhor colocado aquele/a mais velho.
Os candidatos que não forem chamados neste momento passam a compor um cadastro de reserva e poderão ser incorporados à equipe da Fundação em oportunidades futuras.

Classificação/Nome/Média Final

1/ Gustavo Leite Castello Branco/ 10,00
2/ Alexandre Soares de Melo/ 9,5
3/ Rodrigo Silva Paredes Moreira/ 9,5
4/ Patrícia da Silva Ferreira/ 8,5
5/ Walter Gama de Lima Júnior/ 7,5
6/ Paloma Leite Diniz Farias/ 7,5
7/ Olímpio de Moraes Rocha/ 7,5
8/ Fábio Romero de Carvalho/ 7,0
9/ Márcio José Alves de Sousa/ 7,0
10/ Dóris Fiúza Chaves/ 7,0
11/ Cecílie Oliveira Medeiros/ 7,0
12/ Rafael Câmara Norat/7,0
13/ Camila de Araújo Ferreira/7,0
14/ Felício Martinho Nóbrega Filho/ 6,5