Rede de Juristas Populares oferecerá Oficina de Educação Ambiental para catadores (as) de Paratibe neste sábado (2)

31.03.2011

Os (as) catadores (as) de materiais recicláveis de Paratibe terão mais um momento de formação neste sábado (2), através de uma parceria com a Rede de Juristas Populares. A Associação de Catadores (as) de Materiais Recicláveis de Paratibe  (ACAMPAR) foi aprovada em um edital da Fundação Banco do Brasil e está prestes a iniciar um projeto de educação ambiental em sua comunidade.

Por causa disto, os Juristas Populares Renildo dos Santos e Fábio da Silva Mendes, moradores de Paratibe e integrantes da associação, sugeriram que a Rede de Juristas Populares pudesse atuar como meio de transmissão de conhecimento a respeito da preservação do Meio Ambiente e da reciclagem.

A oficina acontecerá na Associação de Moradores do Condomínio Amizade, a partir das 8h, e contará com a presença da Francisco Xavier, coordenador do Centro de Apoio aos Movimentos Populares (Ceampo) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

O primeiro encontro da Rede e da Ceampo com a Acampar aconteceu no dia 19 de março, e contou com a presença da Cooperativa de Catadores (as) de materiais recicláveis de Marcos Moura (Coremm), que dividiu um pouco da sua experiência com este tipo de trabalho.

De acordo com a programação, Francisco Xavier falará sobre segurança no trabalho, de como os (as) catadores (as) devem se prevenir para que não arrisquem sua saúde. À tarde, José Marcos Salgueiro, técnico responsável pela Rede de Juristas Populares, abordará o tema da comercialização dos produtos reciclados e demonstrará como o sabão ecológico, feito com óleo de cozinha usado, é fabricado.