Políticas Públicas e Controle Social são temas da próxima oficina do Curso de Formação de Juristas Populares

22.03.2017
Prof. José de Melo Neto na Oficina de Direitos Humanos e Cidadania

Prof. José de Melo Neto na Oficina de Direitos Humanos e Cidadania

Acontecerá neste sábado, 25, a penúltima oficina da 15ª turma do Curso de Formação de Juristas Populares. A atividade ocorre na sede da Fundação Margarida Maria Alves às 08h e busca levar aos cursistas não só o conceito de Políticas Públicas, mas também avaliando a importância de seu planejamento e as políticas públicas vigentes no Brasil, além das formas pelas quais podemos participar delas e exercer o controle social dos atos do poder público.

A oficina realizada anteriormente foi a de Direitos Humanos e Cidadania, que contou com a presença do Professor convidado José de Melo Neto, Doutor em Direitos Humanos e referência na Defesa dos Direitos LGBTTs na Paraíba, além de ser fundador, juntamente com a Fundação Margarida Alves, do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos.

A oficina também foi marcada pela entrada de três novos cursistas, inclusive duas vindas da cidade de Alagoa Grande, terra de Margarida Maria Alves.

Da esquerda para direita: Anderson, Izabella, Fátima e Waldenice

Da esquerda para direita: Anderson, Izabella, Fátima e Waldenice

Waldenice do Nascimento Silva, vice-diretora do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande, aponta que veio fazer o Curso de Juristas Populares “para aprender mais sobre os direitos e levar as informações sobre os nossos direitos para os agricultores, que são muito carentes desse tipo de informação”.

Maria de Fátima Lima do Nascimento, também do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande, ressalta a necessidade dos conhecimentos que irá adquirir para uso em suas ações. “Faço parte do MMT/PB, trabalho com jovens e adultos, mulheres que sofrem violência e achei importante fazer esse Curso para poder passar melhor os direitos que esses grupos têm e saber ainda mais como ajudar, principalmente, essas mulheres que sofrem abusos e muitas vezes nem sabem o que fazer”.

O outro novo cursista é Anderson Santana, estudante de jornalismo, que faz parte de um grupo latino-americano que atua na internet. “Faço parte de um Observatório da Juventude com jovens da America Latina e Caribe e visamos praticar ações de empoderamento da juventude principalmente através da internet, mas também temos ações presenciais com questões de igualdade de gênero, inclusão social, digital, uso da internet de forma segura. Eu já conhecia um pouco o trabalho da Fundação e achei importante fazer o Curso não só pelo meio que faço parte, também para adquirir mais conhecimento na área de direitos humanos e poder contribuir com a sociedade numa busca de maior igualdade social.”.

A oficina de “Políticas Públicas e Controle Social” terá como convidados já confirmados uma equipe do Orçamento Democrático e na sua programação um debate sobre os mecanismos de controle que podem ser utilizados pelos Juristas Populares, o entendimento das políticas públicas, participação social, sobre os Conselhos e Fundos existentes.

Mais informações e dúvidas podem ser retiradas via e-mail: fundacao@fundacaomargaridaalves.org.br ou pelo telefone: 83 3221-3014.