Nota de pesar pelo falecimento da vereadora Marielle Franco

15.03.2018

A Fundação de Defesa dos Direitos Humanos Margarida Maria Alves lamenta o falecimento da Vereadora, pelo município do Rio de Janeiro, Marielle Franco (PSOL) nesta quarta-feira, 14, vítima de um atentado a tiros no bairro do Estácio, região central da cidade, quando voltava de um evento político. Além da vereadora, o motorista do veículo, Anderson Pedro Gomes, também foi baleado e morreu.

Forte representante da luta contra os excessos policiais, principalmente, em comunidades periféricas cariocas, Marielle foi a quinta vereadora mais votado do Rio nas eleições de 2016, era socióloga formada pela PUC-Rio e mestra em Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Trabalhou em organizações da sociedade civil como a Brasil Foundation e o Centro de Ações Solidárias da Maré (Ceasm). Coordenou a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Solidarizamos-nos com sua família nesse momento de tristeza e esperamos que seja realizada extensa e rigorosa investigação do assassinato e que não fique impune esse bárbaro atentado aos direitos humanos e a resistência frente as forças opressoras que buscam se impor perante em nossa sociedade.

Desejamos forças a família , amigos, eleitores e simpatizantes de suas causas, que ela descanse em paz!