Entidades paraibanas são selecionadas pelo Edital Mulheres em Movimento do Fundo ELAS

28.08.2019

30 projetos foram selecionados este ano no Edital Mulheres em Movimento, promovido pelo Fundo ELAS em parceira com British Council, ONU Mulheres, Global Fund for Women, Fundação Ford, Women’s Foundation of Minnesota, Open Society Foundations e Instituto Ibirapitanga. Ao todo foram inscritos 335 projetos realizados por grupos de mulheres de todo o Brasil, na Paraíba a Associação das Prostitutas da Paraíba e o Grupo de Mulheres Lésbicas e Bissexuais Maria Quitéria foram as contempladas.

Liderados por mulheres negras, indígenas, lésbicas, trans, mulheres de terreiro, de favelas e periferias, entre outras, os projetos escolhidos irão realizar ações pela defesa de seus direitos e alianças internacionais, intergeracionais ou intermovimentos.

Mais de R$1,5 milhão de reais será investido diretamente nos projetos, que são de todas as regiões do país. Há ainda a perspectiva de contemplar mais projetos na temática do HIV/Aids, expandindo ainda mais o alcance do Mulheres em Movimento.

O projeto paraibano “Rompendo Amarras: a luta das prostitutas por saúde e cidadania”, da  Associação das Prostitutas da Paraíba, visa fortalecer a articulação política das trabalhadoras sexuais, tendo como foco a educação por pares e a prevenção às infecções sexualmente transmissíveis, especialmente o HIV/AIDS e as hepatites virais.

Já o projeto “Eu também sou cidadã – no combate à LBTfobia, contra o racismo e pela democracia”, do Grupo de Mulheres Lésbicas e Bissexuais Maria Quitéria, busca ampliar a participação social e o conhecimento de mulheres encarceradas, periféricas e jovens atletas sobre enfrentamento à violência e às discriminações de gênero e orientação sexual, por meio de rodas de diálogo, oficinas temáticas, torneio de futsal, mostra de vídeos, etc.

Sobre o Programa Mulheres em Movimento

O programa Mulheres em Movimento fortalece os grupos por meio de apoio financeiro, capacitação, acompanhamento de seus projetos e desenvolvimento de redes. Promove os Diálogos Mulheres em Movimento, encontros internacionais que reúnem lideranças para debater o contexto da luta por direitos e traçar estratégias conjuntas para a agenda de movimentos liderados por mulheres. Estimula intercâmbios globais, fomentando alianças entre grupos e redes do Brasil, de outros países da América Latina e do Reino Unido. Investe ainda na articulação de diferentes segmentos dos movimentos feministas e de mulheres – como mulheres negras, indígenas, quilombolas, trabalhadoras domésticas, lésbicas, bissexuais e trans, mulheres com deficiência –, assim como com outras lutas por direitos, como a luta por moradia, por direitos trabalhistas, por direito à cidade, por uma vida sem violência etc.

O programa Mulheres em Movimento já apoiou 23 projetos, alcançando mais de 13 mil beneficiárias diretas, mais de 71 mil beneficiárias indiretas e propiciando 119 parcerias cross-movements e 79 parcerias cross-countries

Mais informações sobre pelo site: http://fundosocialelas.org/mulheres-em-movimento/