Notícias

MST lança nota de repudio a declarações do apresentador de TV Sikêra Junior.

11.12.2018

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) lançou nesta terça-feira, 11, nota pública de repúdio a comentários do apresentar de televisão Sikêra Junior em programa exibido nesta segunda-feira, 10, na TV Arapuan, sobre o caso de assassinato de José Bernardo da Silva e Rodrigo Celestino, integrantes do Movimento.

Curso de Formação de Juristas Populares inicia 16ª Turma discutindo Direitos Humanos e Cidadania

11.12.2018

No último dia 24 de novembro iniciou-se a 16ª Turma do Curso de Formação de Juristas Populares, promovido pela Fundação Margarida Maria Alves. O curso tem o objetivo de transmitir noções de Cidadania e Direito a lideranças populares na Paraíba ligadas a associações, organizações da sociedade civil, grupos populares e outras entidades. Participam esse ano 23 cursistas de 09 cidades representando 17 entidades.

Relatório traz panorama das violações de Direitos Humanos em 2018 no Brasil

10.12.2018

O 19º Relatório Direitos Humanos no Brasil, lançado no último dia 5 em São Paulo e organizado pela Rede Social de Justiça e Direitos Humanos, apresenta um panorama das violações ocorridas em 2018 e traz dados e análises sobre diferentes áreas de atuação relacionadas aos direitos humanos. O relatório traz artigos que analisam questões como terra, trabalho, justiça, povos indígenas, quilombolas, populações encarceradas e LGBTI, entre outros.

NOTA DE SOLIDARIEDADE E REPÚDIO

10.12.2018

A Fundação de Defesa dos Direitos Humanos Margarida Maria Alves vêm manifestar sua solidariedade às famílias de José Bernardo da Silva, conhecido como Orlando Bernardo, e Rodrigo Celestino, integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra na Paraíba (MST-PB), assassinados a tiros por homens encapuzados em 08 de dezembro de 2018 no acampamento Dom José Maria Pires, Alhandra/PB.

Confira lista de selecionados para o Curso de Juristas Populares 2018/2019

19.11.2018

A Fundação de Defesa dos Direitos Humanos Margarida Maria Alves torna pública a lista de inscrições selecionadas para o Curso de Formação de Juristas Populares, que faz parte do Projeto “Conhecendo o Direito, Construindo a Cidadania”. O curso tem como objetivo promover formação jurídico-popular para lideranças das comunidades e organizações sociais com vistas à multiplicação dos conhecimentos jurídicos nas suas entidades e o maior acesso à justiça.

João Pessoa sedia “Seminário Enfrentando Coletivamente Violências Contra as Mulheres”

08.11.2018

Nos dias 13 e 14 de novembro João Pessoa sediará o Seminário Enfrentando Coletivamente violências contra as Mulheres.

Inscrições para Curso de Formação de Juristas Populares são prorrogadas

31.10.2018

As inscrições para a 16ª Turma do Curso de Formação de Juristas Populares, promovido pela Fundação Margarida Maria Alves, foram prorrogadas até o dia 16 de novembro. O curso tem como objetivo promover formação jurídico-popular para lideranças comunitárias e organizações sociais com o intuito que multipliquem os conhecimentos apreendidos nas suas entidades e comunidades.

Nota Pública de Repúdio ao Decreto Federal nº 9.527

22.10.2018

A Articulação para o monitoramento dos Direitos Humanos no Brasil vem a público manifestar total repúdio ao Decreto Federal nº 9.527, de 15 de outubro de 2018, que cria a Força-Tarefa de Inteligência para o enfrentamento ao crime organizado no Brasil.

Fundação Margarida Maria Alves lança edital de seleção para a 16ª Turma do Curso de Formação de Juristas Populares

01.10.2018

A Fundação de Defesa dos Direitos Humanos Margarida Maria Alves torna público a seleção de Cursistas para a 16ª turma do Curso de Formação de Juristas Populares, que faz parte do Projeto “Conhecendo o Direito e Construindo a Cidadania”.

Fundação Margarida Maria Alves lança livro sobre história do Curso de Formação de Juristas Populares

19.09.2018

Acontece nesta quinta-feira, 20, às 18h, no auditório da OAB/PB, localizada na Rua Rodrigues de Aquino, 37, Centro, João Pessoa, o lançamento do livro “Formação Jurídico-Popular: Sistematização da Experiência do Curso de Formação de Juristas Populares (1999-2017)”. O material é resultado de um resgate histórico e metodológico sobre o curso realizado há quase vinte anos pela Fundação de Defesa dos Direitos Humanos Margarida Maria Alves.