Começa em novembro a 9 ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul

30.10.2014

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) em parceria com o Ministério da Cultura (MinC) promovem a 9ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul, realizada nas 26 capitais e no Distrito Federal.

Até então um evento responsável por divulgar filmes sobre o tema realizados na América Latina, este ano a Mostra se abre a filmes de todo o hemisfério – privilegiando neste conceito a sua concepção geopolítica à física. Os 31 filmes desta edição estão divididos em três diferentes seções: Mostra Competitiva, Mostra Memória e Verdade e Mostra Homenagem: Lúcia Murat.

Este ano, o tema em destaque será Memória e Verdade, abordando os 50 anos do golpe militar de 1964, e a homenageada será a cineasta Lúcia Murat. A proposta é lançar olhares e propor reflexões sobre temas dos direitos humanos – enfrentamento à homofobia, cultura LGBT, população indígena, direitos das pessoas com deficiência, entre outros.

Compõem a Mostra Competitiva 24 obras audiovisuais realizadas na América Latina, Ásia e África que destacaram-se entre as 238 inscritas. São filmes de curta, média e longa-metragem, documentais ou de ficção, diferenciados não apenas por sua linguagem audiovisual, mas pela maneira através da qual suas formas conseguem por em cena diferentes questões relacionadas aos Direitos Humanos. Alguns deles já consagrados em festivais, outros ainda inéditos no Brasil, as produções desta mostra lidam com diferentes universos, abrangendo uma pluralidade de formas de existência do ser humano.

Em João Pessoa, a Mostra será realizada de 1º a 06 de Dezembro de 2014, no Cine Aruanda, localizado no Centro de Comunicação, Turismo e Artes (CCTA) da UFPB.

O evento é produzido pela Universidade Federal Fluminense, através do Departamento de Cinema e Vídeo, com apoio CTAv, EBC e patrocínio da Petrobras. Confira abaixo os 24 filmes selecionados para a Mostra Competitiva:

1. 6 Cups of Chai, de Laila Khan, Índia, 7’
2. A Morte de Jaime Roldós, de Lisandra I. Rivera, Manolo Sarmiento, Equador/Argentina, 125’
3. A Vizinhança do Tigre, Affonso Uchoa, Brasil, 95’
4. Ameaçados, de Júlia Mariano, Brasil, 22’
5. As Crianças de Chocó, de Rolando Vargas, Colômbia, 24’
6. Cesó la Horrible Noche, de Ricardo Restrepo, Colômbia, 25’
7. Galus Galus, de Clarissa Duque, Venezuela, 12’
8. Growing, de Tariq Rimawi, Jordânia, 5’
9. Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, Daniel Ribeiro, Brasil 96’
10. La Jaula de Oro, de Diego Quemada-Diez, México, 108’
11. Jessy, de Paula Lice, Rodrigo Luna e Ronei Jorge, Brasil, 15’
12. Mataram meu Irmão, de Cristiano Burlan, Brasil, 77’
13. O Mercado de Notícias, de Jorge Furtado, Brasil, 94’
14. Meu Amigo Nietzsche, de Fáuston da Silva, Brasil, 15’
15. Mohamed Mahmoud… Herald dos Revolucionários, de Ines Marzouk, Egito, 11’
16. Polinter, de Dafne Capella, Brasil, 56’
17. Quilombo da Família Silva, de Sérgio Valentim, Brasil, 15’
18. Requília, de Renata Diniz, Brasil, 15’53”
19. Rio Cigano, de Júlia Zakia, Brasil, 80’
20. Sanã, de Marcos Pimentel, Brasil, 18’
21. Sophia, de Kennel Rógis, Brasil, 15’
22. Tejo Mar, de Benard Lessa,Brasil, 20’
23. Tomou Café e Esperou, de Emiliano Cunha, Brasil, 12’
24. Yvy Maraey, Las Tierras Sin Mal, Juan Carlos Valdívia, Bolívia, 105’

Para mais informações e a programação completa, acesse: mostracinemaedireitoshumanos.sdh.gov.br ou facebook.com/mostracinemaedireitoshumanos

Fonte: Assessoria