Hackathon de Gênero e Cidadania premia seus vencedores

05.03.2015

No último dia 04 de março de 2015 a Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados premiou os dois projetos vencedores do Prêmio Hackathon de Gênero e Cidadania. O objetivo da premiação foi incentivar ideias de aplicativos que possam contribuir para reduzir a violência contra a mulher e fortalecer as políticas de gênero.

O programa “Minha Voz” foi selecionado entre oito propostas relacionadas ao tema “Violência Contra a Mulher”. Além de mapear os serviços públicos disponíveis para vítimas de violência do sexo feminino, o aplicativo conta com espaços para depoimentos e incentivo a denúncias. Os autores são Salete Silva Farias, Daniela Silveira Rozados da Silva e Rafael Reis da Silva, com colaboração de Camila Lainetti.

Já o programa “Dona Maria” foi um dos 11 projetos ligados ao tema “Políticas de Gênero Relacionadas à Participação, Representatividade e Transparência”. O aplicativo visa a conscientizar a população sobre as desigualdades de gênero no processo eleitoral, inclusive no que diz respeito ao financiamento de campanhas, e promover uma rede de apoio a candidaturas femininas. Edmundo Matheus Santana, Isadora Forte Barros e Yves Henri Souto Maior Sales Bouckaert compõem a equipe que desenvolveu a solução.

Os autores dos dois projetos vencedores ganharão uma viagem para participar de um encontro sobre projetos de democracia digital em Washington (EUA). O

Hackathon de Gênero e Cidadania teve 165 participantes inscritos e 75 propostas de aplicativos. Surpreendeu a participação feminina – exatamente metade dos 46 participantes selecionados era do sexo feminino. Os 19 projetos apresentados ao final da maratona foram avaliados segundo os critérios estabelecidos no edital: interesse público, criatividade e qualidade técnica.

Fonte: http://www.ebc.com.br