Fundação Margarida Maria Alves é inserida no Banco de Práticas do Instituto Innovare

16.03.2017

Em 2016 a Fundação Margarida Maria Alves participou da seleção do 13º Prèmio Innovare, promovido pelo Instituto Innovare, que tem como objetivo identificar, premiar e disseminar práticas inovadoras. A entidade concorreu com o Curso de Formação de Juristas Populares e mesmo não tendo sido premiada recebeu o certificado de participação e foi inserida no Banco de Práticas do Innovare.

No mês de junho de 2016, o Consultor do Prêmio, Rafael Cavalcanti, visitou a instituição para uma entrevista sobre os projetos que realizava e seu histórico. O encontro fez parte da segunda etapa da seleção e teve como pretensão coletar dados para os jurados analisarem junto aos outros candidatos do ano. Segundo Rafael, “a Fundação foi a única entidade da sociedade civil na região Nordeste selecionada para a segunda etapa do Prêmio”.

Marcina Pessoa, Coordenadora de Projetos, ressaltou a importância da participação apesar da não premiação. “Sempre é importante quando participamos de prêmios como esses, pois, possibilita que mais pessoas conheçam nossos projetos e nossa Fundação. Ficamos muito felizes em participar e saber que agora fazemos parte do banco do Innovare, esperamos poder concorrer novamente em outros anos”, destaca.

Para cada edição anual os interessados em concorrer preenchem um formulário eletrônico e apresentam suas práticas inovadoras e com resultados comprovados. As práticas recebidas, e de acordo com o regulamento do Prêmio, são visitadas por consultores especializados e posteriormente analisadas e julgadas pelos membros da Comissão Julgadora. Mais informações podem ser adquiridas pelo site: www.premioinnovare.com.br