Novidades

Conselho Estadual de Direitos Humanos recebe a visita da Pastoral Carcerária Nacional

24.04.2017

Nesta segunda-feira, 24, o Conselho Estadual de Direitos Humanos recebeu a visita do representante da Pastoral Carcerária Nacional, Dr. Paulo Malvezzi. O encontro ocorreu na reunião extraordinária que tinha como objetivo debater sobre as comemorações de 25 anos do Conselho.

Seminário discute Novas Diretrize para o Atendimento a Crianças e Adolescentes em Situação de Rua

24.04.2017

Acontece nesta quarta-feira, 26, das 8h às 12h, no Auditório da Faculdade Internacional da Paraíba (FPB), João Pessoa, o Seminário Estadual “Disseminação das Diretrizes Nacionais para o Atendimento a Criança e ao Adolescente em Situação de Rua – CONANDA/CNAS”.

Prêmio Ceci Melo 2017 homenageia gestoras e ativistas destaque em 2016

03.04.2017

Aconteceu na última sexta-feira (31), no Espaço Cultural José Lins do Rego, a entrega do Prêmio Ceci de Melo de Participação Social, que este ano homenageou a ex-vereadora e ativista social Paula Frassinete, além de conselheiras do ODE, gestoras, lideranças femininas de todas as regiões do Estado. O Prêmio está na sua quinta versão e anualmente homenageia mulheres que se destacam nas atuações sociais em suas respectivas comunidades

‘As políticas públicas são conquistas do povo brasileiro”, destaca Givanildo Pereira

24.03.2017

Ao longo dos anos, a sociedade tem lutado para que seus direitos garantidos sejam de fato implementados. Essa busca se pauta, principalmente, na garantia constitucional para que os governantes ponham em prática as chamadas Políticas Públicas. Mas, afinal, você sabe o que elas são?

Políticas Públicas e Controle Social são temas da próxima oficina do Curso de Formação de Juristas Populares

22.03.2017

Acontecerá neste sábado, 25, a penúltima oficina da 15ª turma do Curso de Formação de Juristas Populares. A atividade ocorre na sede da Fundação Margarida Maria Alves às 08h e busca levar aos cursistas não só o conceito de Políticas Públicas, mas também avaliando a importância de seu planejamento e as políticas públicas vigentes no Brasil, além das formas pelas quais podemos participar delas e exercer o controle social dos atos do poder público.

Projeto “Conhecendo o Direito e Construindo a Cidadania” realiza oficina em Sapé

20.03.2017

Acontece neste domingo, 26, às 8h, em Sapé a Oficina de Resgate e Valorização da Identidade Comunitária, o evento é promovido pela Fundação Margarida Maria Alves dentro do Projeto Conhecendo o Direito e Construindo a Cidadania e ocorrerá no Salão Comunitário localizado na Rua Jacira Honório da Silva Barbosa, s/n, Loteamento Bela Vista.

Fundação Margarida Maria Alves é inserida no Banco de Práticas do Instituto Innovare

16.03.2017

Em 2016 a Fundação Margarida Maria Alves participou da seleção do 13º Prèmio Innovare, promovido pelo Instituto Innovare, que tem como objetivo identificar, premiar e disseminar práticas inovadoras. A entidade concorreu com o Curso de Formação de Juristas Populares e mesmo não tendo sido premiada recebeu o certificado de participação e foi inserida no Banco de Práticas do Innovare.

Conselho Estadual de Direitos Humanos da Paraíba elege nova diretoria

14.03.2017

Aconteceu nesta segunda-feira, 13, reunião do Conselho Estadual de Direitos Humanos (CEDH) para definição de sua nova diretoria, que terá vigência  dois anos.  Este ano o Conselho comemora 25 anos de existência, tendo sido o primeiro Conselho do tipo criado no Brasil.

Parada Internacional das Mulheres coloca em pauta a reforma da Previdência

13.03.2017

Aconteceu na última quarta-feira, 08, a Parada Internacional das Mulheres em João Pessoa com Ato Público contra a Reforma da Previdência Social proposta pelo Governo Federal. O movimento contou com mais de 60 organizações e coletivos feministas locais e não teve até o momento número total de participantes divulgado pela Polícia Militar e nem pelos organizadores.

Fundação Margarida Maria Alves participa da Parada Internacional das Mulheres em João Pessoa

07.03.2017

Nesta quarta, 08, Dia Internacional da Mulher, organizações feministas, movimentos sociais, instituições de defesa das mulheres e organizações sem fins lucrativos de todo o mundo promoverão uma greve internacional das mulheres para defender os direitos reprodutivos e contra a violência de gênero, entendida como a violência econômica, institucional e interpessoal.