Orçamento Democrático: delegados participam de curso de capacitação

30.06.2005

Os 344 delegados eleitos nas Assembléias Populares Regionais do Orçamento Democrático de João Pessoa, encerradas no último dia 20, vão participar de um curso de capacitação no próximo sábado, dia 2, no auditório da Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

O curso terá início às 8h e será realizado durante todo o dia. Na abertura está prevista uma mesa redonda formada pelo prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), mais o secretário da Transparência Pública, Walter Galvão; a coordenadora do Orçamento Democrático, Sandra Marrocos e o reitor da UFPB, Rômulo Polari.

Ainda pela manhã, haverá duas palestras, uma com o tema “Democracia participativa e políticas públicas”, proferida pelo professor de História da UFPB, Gustavo Tavares, e a outra sobre “Orçamento Público – LDO, LOA e PPA”, em que os delegados do Orçamento Democrático serão inteirados sobre o funcionamento dessas leis na construção do orçamento público. Esse assunto será explanado pelo assessor técnico do Orçamento, Pedro Ruffo.

À tarde, o curso prossegue, dessa vez com uma palestra sobre o “Orçamento Democrático de João Pessoa”, a cargo da coordenadora Sandra Marrocos. A atividade se encerra às 18h com a palestra “A atuação dos delegados: estratégias e metodologia de intervenção social”, através do professor Gustavo Tavares e da coordenadora Sandra Marrocos, quando serão discutidas a atuação e organização dos representantes populares, bem como suas funções.

“Para auxiliar os delegados, todos receberão um kit com uma cartilha, contendo as atribuições e funções dos delegados e também material informativo sobre as leis orçamentárias”, informou a coordenadora. Os suplentes escolhidos nas assembléias populares regionais também irão participar do curso, uma realização da Secretaria da Transparência Pública (Setransp), organizado pela Cordenadoria do Orçamento Democrático.

Assembléia de delegados – A próxima etapa do Ciclo do Orçamento Democrático começa no dia 16 de julho. Na assembléia de delegados serão consolidadas as prioridades escolhidas nas 14 plenárias populares de cada região, como também os temas das audiências públicas setoriais, que têm início no dia 18 de julho. Na assembléia de delegados que vai ser criado o Conselho do Orçamento, com a eleição de dois conselheiros (um titular e um suplente) por região.