Assassino de Alessandra Carvalho vai a Júri amanhã (10)

09.02.2011

As entidades paraibanas de defesa dos Direitos Humanos, como Casa da Mulher Renasce Companheiras, Cunhã Coletivo Feminista e Fundação Margarida Maria Alves estão organizadas para pedir justiça por mais um crime hediondo.

A partir das 14h de amanhã (10) o Fórum Criminal de João Pessoa será o palco do Júri de Luciano Augusto de Sousa, assassino confesso de Alessandra de Melo Carvalho, sua ex-mulher.

Inconformado com o fim do casamento de 9 anos, em 2007, Luciano abordou a ex-esposa no ponto de ônibus no Conjunto José Vieira Diniz, no Bairro do Jardim Veneza, na manhã do dia 24 de junho. Mesmo na companhia do pai, José Pereira de Carvalho, à época com 57 anos, Alessandra foi atingida por mais de 40 golpes de faca e morreu no local. Seu José também foi atingido e hospitalizado em estado grave.

A separação aconteceu por conta das constantes agressões causadas pelo ciume doentio de Luciano. Decidida a por um ponto final em seu sofrimento, Alessandra, com 25 anos,  voltou para a casa dos pais com os dois filhos do casal, hoje com 11 e 9 anos de idade. Luciano atacou a ex-mulher com duas facas e fugiu logo em seguida.   Na prisão, ficou conhecido como “Açougueiro”.

Por estes motivos, estamos convocando a imprensa e a sociedade para participar do protesto em frente ao Fórum Criminal, à Avenida João Machado, em frente ao Hospital Santa Paula, a partir das 13:30 de amanhã (10). Vamos pedir justiça por Alessandra e tantas outras mulheres que foram assassinadas por seus companheiros e ex-companheiros.