Política Nacional de Abrigamento é tema da Oficina de Gênero do Curso de Juristas Populares

02.12.2011

As chaves da primeira Casa Abrigo para Mulheres em Situação de Risco da Paraíba foram entregues na III Conferência Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, realizada entre os dias 13 e 15 de outubro deste ano. Nomeada em homenagem à Aryane Thaís Carneiro, morta em 2010, terá seu funcionamento voltado para fazer dela um local adequado para acolher mulheres em situação de violência doméstica.

Pensando nisso, convidamos Daiane Dultra, coordenadora geral da casa e colaboradora da Fundação desde a criação da Rede Nacional de Educação Jurídica Popular, para ministrar a Oficina de Gênero. Daiane é feminista, defensora dos Direitos Humanos e baiana. Lá, coordenou o Curso de Promotoras/es Legais Populares (PLPs), promovido pelo GAPA (Grupo de apoio à prevenção à Aids), atuante em seis Núcleos Comunitários de Direitos Humanos, e auxiliou na articulação do Movimento Nacional de Direitos Humanos na Bahia.

“Procuramos estar atentos e trazer novidades em todas as etapas do Curso de Juristas. E este é o caso da Política Nacional de Abrigamento”, salientou Ana Izabella Chaves Alves, coordenadora do Curso, que terá o encargo de apresentar o conteúdo da Oficina. A atividade será realizada neste sábado (3), a partir das 8h, e será focada também na abordagem de temas como diversidade, orientação e, sobretudo, nas Políticas de Saúde do Homem, visando transformar a imagem de que a discussão de gênero gira em torno apenas das mulheres ou homossexuais.

Confira a programação da Oficina abaixo: